Precisa de uma solução para gerenciar sua logística?


sistema de transporte (tms) é e-cargo

Responsabilidade Social

Signa, Marina, construção, Viana, famílias, casas, vivem, pobreza, patrocinou, colaboradora, voluntária, Construção, incentivo, emergenciais, junto, extrema

Construção Signa - Ong TETO

Nos dias 13 e 14/04/2013, a Signa patrocinou a construção de duas casas emergenciais, para famílias que vivem em extrema pobreza, junto a ONG TETO e por incentivo de Marina Viana, colaboradora da Signa e voluntária da ONG há cerca de um ano e meio.

Agradecemos a participação de nossos colaboradores-voluntários, a participação dos voluntários Adriano Silva, Matheus Figueiredo, Bruna B. Vasconcelos e universitários voluntários da ONG TETO nesse trabalho engrandecedor.

Abaixo, "Carta aos Tetcheros Voluntários", escrita por nosso Diretor Comercial, Nuno Figueiredo, também participante da construção e relatos de Marina Viana e Adriano Silva, bem como link para seus blogs.

Carta aos Techeros voluntários - Adriano Silva, Amanda Costa, Bruna B. Vasconcelos, Deiverson Flausino, Eduardo Vasconcelos, Felippe Caitano, Jefferson Valente, Marina Viana, Matheus Figueiredo, Rodrigo Martin, Tiago Costa.

Agradeço muito o empenho e a boa vontade de todos que contribuíram com o que há de mais importante, que são as horas de lazer e de estar com a família, em prol deste trabalho voluntário. Especialmente agradeço à Marina, que nos inseriu no trabalho do TETO e liderou esta aventura.

Estou realmente cansado da nossa jornada no fim de semana. Acho que vou precisar de uns cinco dias para me recuperar mas acredito que nunca esquecerei do que fizemos.

Muito interessante e importante o trabalho do TETO, uma moçada que acredita e está fazendo a diferença na vida das comunidades onde atua.

Testemunhar e contribuir para isso é algo difícil de descrever mas é tudo de bom e principalmente, por pouco que seja, fizemos uma diferença significativa na vida da Priscila e na vida da outra família que receberá uma casa igual feita pelos universitários.

Mais do que fazer a diferença na vida de 11 ou 12 famílias neste fim de semana, o que vi foi algo maior, uma luz que surge no fim do túnel para aqueles que estão no limiar da pobreza. É difícil imaginar uma situação pior para uma família morar.

Acredito que mesmo as famílias ainda não contempladas que vivem numa situação inimaginável para a nossa realidade, se acendem, e passam a esperar dias melhores e a sua vez de serem visitados pelo anjos do TETO. É uma comunidade que se alegra e as cores vivas das casas provisórias passam lentamente a mudar uma realidade e a ser uma alavanca, um empurrão para que os moradores encontrem forças para mudar de vida.

O mais importante é o slogan “começou, não para!”. É  a mensagem dada à família de não aceitar mais isso e lutar para que essa nova casa seja de fato provisória e que eles possam, degrau a degrau, chegar numa situação mais digna.

As ONGs no Brasil estão ficando com o filme queimado por servirem de modo fácil de alguns promoverem o desvio do dinheiro público para o bolso alheio. É ótimo constatar um trabalho tão sério e bem feito que resgata o papel dessas organizações e mostra aos que mais precisam que a sociedade não é totalmente indiferente  e desinteressada pela sorte de seus membros mais pobres e que há sim gente séria fazendo a sua parte.

Agradeço ao time por ter doado o seu tempo e coração a serviço de tão nobre causa. Me sugeriram que eu desse dispensa de um dia de trabalho para quem fosse voluntário nos dois dias da construção. Não curti a ideia porque o dia de trabalho é remunerado e trocar horas de voluntariado por horas de trabalho seria uma remuneração, ainda que indireta, de algo que tem que vir do coração de cada um e da vontade sincera e desinteressada de doar algo em prol de alguém desconhecido, que é a melhor e mais efetiva forma de contribuir que eu conheço.

Por último copio e agradeço os “estranhos” à Signa que se somaram a nós e completaram o nosso time: o Adriano e a Bruna (não tenho o e-mail dela, mas o Vasco em cópia encaminhará esta mensagem por mim). Esta ajuda foi muito bem vinda e fez muita diferença, principalmente no sabadão, dia mais exaustivo e que tínhamos menos voluntários.

Lamento que não conseguimos reunir 10 pessoas por dia, temos gente mais do que suficiente na Signa para tanto, mas espero que o ânimo e o testemunho dos que foram seja motivador para que nas proximas a gente tenha o problema inverso de ter que selecionar quem vai por excesso de voluntários.

Mandamos muito bem!. Formamos uma ótima equipe: missão dada, missão cumprida. Eu dormi muito bem nas duas últimas noites,  muito feliz e inspirado pelo trabalho que fizemos juntos. Como a Marina prometeu, foi uma experiência inesquecível e vou me esforçar para que não seja a única e que a Signa possa fazer novos patrocínios e a gente possa com mais experiência bater o recorde da construção de casas no TETO.

O meu filho foi para lá reclamando e confesso forçado por mim. Saiu de lá rindo e feliz. Transformado para melhor, ele ganhou uma consciência que eu não conseguiria dar a ele com nenhum discurso. Esse foi o meu bônus nesta aventura.

Abraços e novamente obrigado.

Nuno
Signa, Marina, construção, Viana, famílias, casas, vivem, pobreza, patrocinou, colaboradora, voluntária, Construção, incentivo, emergenciais, junto, extrema Signa, Marina, construção, Viana, famílias, casas, vivem, pobreza, patrocinou, colaboradora, voluntária, Construção, incentivo, emergenciais, junto, extrema Signa, Marina, construção, Viana, famílias, casas, vivem, pobreza, patrocinou, colaboradora, voluntária, Construção, incentivo, emergenciais, junto, extrema Signa, Marina, construção, Viana, famílias, casas, vivem, pobreza, patrocinou, colaboradora, voluntária, Construção, incentivo, emergenciais, junto, extrema

Signa Consultoria e Sistemas

Avenida Paulista,352 cj. 85

1310

11 3016-9877

photo Signa - Consultoria e Sistemas de Gestão de Transporte (TMS)
Work:
Avenida Paulista,352 cj. 85
São Paulo,SP   1310
Work:11 3016-9877
Recepção Online
Pressione Enter para enviar a mensagem. finalizar